segunda-feira, 14 de setembro de 2009

A vida é muito curta para estar no emprego errado

2 comentários:

  1. Realmente é muito triste observar determinados profissionais infelizes na posição em que ocupam. Principalmente quando essa posição tem ligação direta com o público, pois tal fato faz com que se multiplique situações de violência verbal existente em nossa sociedade.

    ResponderExcluir
  2. Na verdade, poucas pessoas realmente trabalham no que gostam, a maioria só visa o salário e com o tempo este não realiza um crescimento, nem finaceiro nem moral, afinal que pode ser produtivo e atuar com competência, vivendo uma frustração diária. Por mais româtico que seja, é mais fácil progredir fazendo o que gosta, do que se manter fazendo o que não gosta.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...