quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Jornal O Tempo noticia Twitter do Bem
















Corrente
Twitter do bem

Postado por Rodrigo Soares
blogdepapel@otempo.com.br

Os dias que antecedem o Natal talvez sejam aqueles em que as pessoas mais estejam preocupadas com o próximo. Em quase todos os lados há uma forte união para que uns possam ajudar os outros e que o dia 25 de dezembro seja uma data mais feliz. Este é o chamado espírito natalino, que também está na web e, nascido no Twitter, é conhecido pelo nome de Doe um Livro no Natal.

A iniciativa começou há cerca de dois meses. De maneira informal, o twitteiro Heber Dias de Sousa passou a incentivar seus seguidores a doarem livros no Natal. A proposta teve receptividade e adesão grandiosas e logo se tornou a campanha #doeumlivrononatal. Desde então, a mobilização passou a contar com a organização principal de José Luiz Goldfarb e Laura Furquim Xavier e transformou-se em um dos assuntos mais comentados no site (em alguns dias a tag chegou a ser a mais mencionada no Twitter brasileiro) e, a partir daí, foi adotada por artistas, jornalistas, políticos e empresários, entre outros formadores de opinião.

"Começou de uma maneira natural. Assim como todo site, o Twitter também tem de tudo, de gente que escreve bobagens até pessoas que se interessam por cultura. De parte desse grupo, saiu essa campanha", afirma Goldfarb.

Inicialmente, a ideia era que cada um dos envolvidos cedesse um livro para alguma escola, biblioteca ou entidade próxima de sua casa. Entretanto, os rumos da campanha mudaram (o que a transformou em uma iniciativa muito maior) quando os organizadores descobriram a intenção da rede de farmácias Droga Raia em também lançar um projeto de arrecadação de obras literárias.

"Assim que li sobre o interesse da Raia em criar a campanha enviei um e-mail. E é interessante, pois, somente aí, com a chance da iniciativa ser ainda maior, é que fui falar com a Laura por telefone e saber mais sobre ela. Até então nosso contato era virtual", diz ele.

Com a ajuda da Droga Raia, os twitteiros conseguiram colocar a Doe um Livro No Natal em 300 endereços espalhados por diversos locais do país. E, no período de arrecadação, já reuniram mais de 78 mil livros que serão repassados para escolas e bibliotecas próximas de cada uma das unidades da farmácia.

Para Goldfarb, iniciativas como essa fazem a diferença em um país onde o hábito da leitura é exercido por um grupo pequeno.

"Muitos ainda associam a leitura com obrigação, com a necessidade de ler certas obras na escola. E isso tira a delícia que é ler um livro por gosto, por prazer. Além disso, pais que não leem influenciam para que seus filhos também não desenvolvam o hábito de ler. Por isso, campanhas como essa são importantes para aproximar o maior número de títulos das pessoas", conta o organizador.

Devido ao sucesso da empreitada, a rede de farmácias prorrogou até o dia 20 de janeiro a possibilidade de receber os livros. Após essa data, o grupo pretende continuar com outros movimentos que incentivem a cultura em todos os cantos do país.

"Se bem utilizada, a internet pode ser uma ferramenta extremamente importante para que ideias bacanas consigam se concretizar. Depois de vermos como deu certo esse primeiro trabalho, certamente faremos outros", diz ele.

Publicado em: 24/12/2009

================

José Luiz Goldfarb
Goldfarb é, há 19 anos, curador do Prêmio Jabuti. Também é coordenador de diversos programas de incentivo à leitura, como “São Paulo: um Estado de Leitores”, da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo; “Letras de Luz”, da Fundação Victor Civita/Energias do Brasil, nos Estados do Tocantins, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e São Paulo; e “Rio: Uma Cidade de Leitores”, da Secretaria de Educação da Prefeitura da Cidade do Rio de
Janeiro.

Tag
O termo consiste em uma espécie de resumo do que o leitor encontrará naquele texto.

Artistas
No Twitter, diversos artistas incentivaram a campanha. Uma das mais entusiasmadas foi Maria Rita, que aceitou fazer uma apresentação no último fim de semana (no Rio) cujo valor da entrada receberia um desconto de 50% caso a pessoa doasse um livro. Entretanto, por motivos de saúde, a cantora teve que cancelar o show.

Droga Raia
Para saber quais os endereços que estão recebendo livro para esta campanha, acesse o site da drogaria: www.drogaraia.com.br

20 de janeiro
Até o último dia da campanha, a expectativa é que sejam arrecadados mais de 100 mil livros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...