terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Paraná Online noticia campanha #DoeUmLivroNoNatal



Campanha no Twitter arrecada 78 mil livros
Paula Melech

Os míseros 140 toques do Twitter foram o ponto de partida para uma ação que ultrapassou os limites da dimensão virtual para alcançar as ruas. A iniciativa da campanha #doeumlivrononatal mostra que é possível utilizar as redes sociais como um poderoso aliado para a disseminação da cultura e da solidariedade.

A campanha começou em novembro sem muitas pretensões, quando Heber Dias de Souza passou a incentivar seus amigos do Twitter a doarem livros para o Natal. A adesão e a receptividade em torno da proposta foram tantas e tão boas, que em pouco tempo se tornou um dos assuntos mais comentados no ambiente do twitter (em alguns dias a TAG chegou a ser a mais mencionada no twitter brasileiro).

José Luiz Goldfarb e Laura Furquim Xavier, que conheceram Dias de Souza por meio do twitter, perceberam o potencial da campanha. "No começo era uma campanha de conscientização, só que a idéia começou a crescer", diz Goldfarb. Laura procurou o Ministério da Educação, que apoiou a iniciativa e, através do Conselho de Secretarios Estaduais de Educação (Consed) permitiu a abrangência nacional garantindo que as Secretarias de Estado de Educação recebessem os livros doados.

Goldfarb conta que a iniciativa evoluiu para um projeto objetivo e consistente e com parcerias em todo o país. A rede de farmácias Droga Raia, que estava iniciando uma campanha de doação de livros, acabou se unindo ao trio na arrecadação. Outros parceiros também endossam a campanha, como a Fundação Abrinq, a Ong Visão Mundial e projeto "Sempre um Papo".

Até agora, foram arrecadados 78 mil livros no país e a expectativa é de que o número chegue até 100 mil ao final da campanha. "Percebemos que temos um potencial muito grande. Daqui pra frente vamos dar fôlego e continuar com o projeto para o ano que vem", diz Goldfarb, que, entre outras atividades, coordena e faz consultoria para diversos programas de incentivo à leitura. Ele ainda é o idealizador do Twitteiros Culturais do Brasil (ETC), que realiza encontros entre interessados no micro-blog.

Doações

Desde a criação do @doeumlivro, no início de novembro, o perfil conquistou 5 mil seguidores, e quase 1 mil têm anexado ao seu avatar o boton (twibbon) da campanha. Livros de literatura (não são aceitos didáticos) podem ser doados nos postos de coleta da campanha, nas sedes das farmácias Droga Raia, até o dia 20 de janeiro. Os livros arrecadados serão doados a bibliotecas e escolas públicas.

Mais informações podem ser encontradas no blog da campanha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...