sábado, 18 de julho de 2009

Enxurrada de denúncias sobre José Sarney









ONG de filho de Sarney recebeu financiamento da Eletrobrás

da Folha Online

Hoje na Folha O Instituto Mirante, criado pelo empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), recebeu R$ 250 mil da Eletrobrás entre 2006 e 2007, informa reportagem de Hudson Corrêa e Leonardo Souza, publicada neste sábado pela Folha (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL).

De acordo com a Polícia Federal, Fernando beneficiava empresas privadas em contratos com o governo no setor elétrico, politicamente comandado por seu pai। Ele nega a acusação.

Casa de José Sarney serviu para reunião de lobby

da Folha Online

Hoje na Folha A casa do senador José Sarney, em Brasília, serviu de ponto de encontro para aproximar o grupo empresarial Abyara, de São Paulo, com Fábio Lenza, vice-presidente da Caixa Econômica Federal, em março do ano passado, informa reportagem de Elvira Lobato, publicada neste sábado pela Folha (íntegra apenas para assinantes).

Segundo a reportagem, a empresa queria um empréstimo de R$ 750 milhões da CEF para financiar empreendimentos imobiliários e pediu ajuda de Fernando Sarney, filho do senador, para contato direto com a direção da Caixa.

****************

Depois de tantos anos no poder, seja em qual esfera for, os tentáculos do oligarca maranhense natural da cidade de Pinheiro (dono de meio mundo naquele estado, principalmente da mídia), e senador pelo Amapá (vai entender né?) estão completamente enraizados por todos os lados.

Não é por acaso que uma árvore assim não cai facilmente. Está fortemente arraigada em todas as esferas do poder. Uma árvore assim tem muita gente na sua sombra, aves de rapina alojada em seus galhos. É uma loucura!

O oligarca por excelência, que tem uma fundação com seu nome, para promover a sua biografia, antes mesmo de sua morte, com recursos públicos, que são desviados para promover seu patrimônio, que é tão grande que até "esquece" de declarar mansões...

Quando é que nós vamos deixar de ser a República dos "Bananas"?

Estamos pagando mico, ou melhor, King Kong... Pagando as contas, as viagens, as férias, enfim, pagando tudo para essa quadrilha que se aboletou no senado de forma vitalícia. E olha que eles já amealharam um pé-de-meia respeitável. Já dava para assumir seus próprios gastos e continuar rico por algumas gerações. Mas essa gente é insaciável, quanto mais tem mais quer.

O problema para tirar o bigodudo é que se ele cair, cai quase o senado inteiro. Pior, se sair por acordo de silêncio, volta depois mais forte do que nunca.

Lembram de ACM, Collor e Renan calheiros ? Oligarca é oligarca. Só morrendo para sair... Mas como a esperança é a última que morre:

Fora Sarney! Apóie essa idéia...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...