segunda-feira, 20 de julho de 2009

A volta dos mortos vivos - Tava demorando...













Chorando as pitangas ou lágrimas de crocodilo?

Eis o que nos aguarda na volta do recesso parlamentar. Mais uma vez o caos da saúde brasileira será usado como desculpa para dessenterrar a famigerada CPMF ( com outro nome é claro ).

Já vimos este filme. Desde os tempos do empréstimo compulsório ( alguém foi ressarcido? ), assitimos esse thriller de mal gosto.

Não duvidem... Ela vai voltar!

*************


Mágoa de Lula com fim da CPMF pode dar fôlego para votação de novo imposto


MÁRCIO FALCÃO
da Folha Online, em Brasília

A declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sustentando que a única mágoa que vai levar de seu governo é a queda da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) promete dar fôlego à criação de um novo imposto voltado para a saúde. Líderes governistas dizem que vão defender que a matéria seja discutida pela Câmara em agosto, na volta do recesso parlamentar.

A ideia dos líderes alinhados ao Palácio do Planalto é retomar a votação da CSS (Contribuição Social para a Saúde). Com aval do presidente Lula e pressão dos prefeitos, os governistas avaliam que a proposta pode ganhar força.


Se aprovada em 2009 pelo Congresso, a CSS só será cobrada a partir de 2010, nos moldes da extinta CPMF. A alíquota de 0,1% incidiria sobre as movimentações financeiras e a arrecadação seria inteiramente destinada à área da saúde.

Mágoa
Ao participar da 12ª Marcha Nacional dos Prefeitos, na semana passada, o presidente Lula reclamou do fim da CPMF. "Eu tenho uma mágoa e vou sair do governo com ela. É a queda da CPMF. A mesquinhez política derrubou a CPMF. Não vi nenhum empresário cortar o 0,38% e colocar [esse percentual de desconto] sobre os produtos", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...