quinta-feira, 30 de julho de 2009

Hora de abandonar o barco - Lula diz: crise no senado 'Não é problema meu'


Como diria o antigo personagem de Willian Hanna, Leão da Montanha: "Saída pela direita". No caso do Lulão da Montanha, pela esquerda. Como dizem o mineiros no interior, "hora de vazar na braquiária".


'Não é problema meu', diz Lula sobre crise do Senado

Presidente diz que não cabe a ele decidir permanência de Sarney na Casa.
'Eu não votei para eleger Sarney presidente do Senado', afirmou em SP.


Mariana Oliveira Do G1, em São Paulo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, nesta quinta-feira (30), que não cabe a ele decidir sobre a permanência do presidente do Senado, José Sarney, no cargo.

“Não é problema meu. Eu não votei para eleger Sarney presidente do Senado, nem votei no Sarney no Maranhão, nem votei no Temer, nem votei no Arthur Virgílio. Votei nos senadores de São Paulo. Quem tem que decidir se ele continua presidente do Senado é o Senado, não sou eu", afirmou Lula.

O presidente concedeu coletiva à imprensa após o Seminário Empresarial Brasil-Chile, realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). No evento, ele defendeu aliança comercial entre países emergentes.

O presidente Lula pediu que o Senado tome providências em relação à crise na Casa para não paralisar votações importantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...