sábado, 25 de julho de 2009

Se correr o bicho pega se ficar o bicho come


O inferno astral do seu José tá ficando cada vez mais negro.

Agora sim o bicho tá pegando pro lado dos Sarney. O bicho tem nome e fome: Leão da Receita Federal. Todo mundo sabe que com esse não tem remédio, se correr o bicho pega se ficar o bicho come.

O bigodudo tá mais ou menos enrolado.


Empresas da família Sarney são alvo de devassa da Receita


da Folha Online

Numa devassa sem precedentes nas empresas da família Sarney, a Receita Federal indicou a prática de crimes contra a ordem tributária, como remessa ilegal de recursos para o exterior, falsificação de contratos de câmbio e lavagem de dinheiro, entre outras ilegalidades. A informação é dos repórteres LEONARDO SOUZA e HUDSON CORRÊA, em matéria publicada na Folha (disponível para assinantes do jornal e do UOL).

São 17 ações fiscais em curso, que atingem 24 pessoas e empresas relacionadas direta e indiretamente aos Sarney, incluindo sete contribuintes do Rio de Janeiro e São Paulo.

O caso se estende até a Usimar Componentes Automotivos, empresa que deu nome ao escândalo da Sudam (Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia) no final da década de 1990 no Maranhão, no governo da então e atual governadora Roseana Sarney (PMDB).

O aperto da fiscalização sobre pessoas físicas e jurídicas da família Sarney somou-se a uma série de outros fatores que levaram o governo federal a demitir a secretária da Receita Lina Maria Vieira, segundo a Folha apurou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...