segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Candidatura de Marina faz mais barulho do que se esperava

A candidatura de Marina Silva coloca em xeque os planos de Lula para obter seu 3º mandato via Dilma Rousseff. O presidente retira Antônio Pallocci do freezer e coloca Dilma pra congelar. Atolado em processos até o pescoço, o comandante da República de Ribeirão Preto, ainda não está completamente limpo para encarar a parada em 2010. Lula vai observar a repercussão desse último movimento no tabuleiro, mas, a verdade é que está mais perdido do que cachorro em dia de mudança.



O mundo se curva à importância da pré-candidatura de Marina Silva

Pré-candidatura de Marina "abala" o cenário eleitoral brasileiro

Fonte: Kaxiana

A possível candidatura da senadora Marina Silva (PV-AC) à presidência da República em 2010, uma esperança alimentada pelos ambientalistas para o Brasil dar, finalmente, valor à Amazônia enquanto absorvedora de carbono e fonte de riquezas naturais sustentáveis para o mundo, foi destaque no cenário internacional neste final de semana em que ela entrou para o Partido Verde.

Com reportagem intitulada “Uma criança da Amazônia que mexeu com a política de um país”, o jornal norte-americano The New York Times, um dos mais influentes do mundo, traça um perfil da senadora e ex-seringueira do Acre e assinala que a sua pré-candidatura “abala” o atual cenário eleitoral brasileiro.

Na matéria, o jornal norte-americano, que um dia também destacou as ações ambientalistas do seringueiro e sindicalista acreano Chico Mendes, de quem Marina Silva é sucessora, conta a história "de uma mulher humilde que superou a pobreza extrema e a doença para se tornar uma das maiores forças da política brasileira".

O The New York Times destaca que a sua mudança de partido – saiu do PT para o PV - e sua eventual candidatura representam "uma inspiração para o povo brasileiro" em sua busca por um presidente para substituir Luiz Inácio Lula da Silva.

O jornal norte-americano aponta a candidatura de Marina como de oposição ao nome escolhido por Lula para a sucessão, que é a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. A filiação de Marina Silva ao PV no último domingo, 30/08, foi considerado pelo jornal norte-americano como o primeiro passo para o lançamento de sua candidatura à Presidência da República, prevista para o início do ano que vem.

(*) Com informações do jornal O Estado de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...