quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Marina Silva diz FUI mas sem contar pra onde

Com a cara mais verde do que nunca, Marina Silva deu adeus ao PT depois de 30 anos de militância vermelha. Ainda não confirmou se vai mesmo concorrer a presidência da república, até porque nem precisava. É claro que ela vazou na braquiária para entrar na corrida presidencial. Marina disse que saía do PT "em busca do sonho" de lutar pelo desenvolvimento sustentável do meio ambiente. Se ela realmente pretende ir adiante em seu projeto presidencial, vai ter que melhorar seu discurso. Diga-se de passagem, seu esmero exagerado em vocábulos rebuscados e retórica erudita não vão ajudar muito se ela quer ser entendida por 90% da população brasileira. É bem louvável sua transformação de seringueira do Breu Velho em Ministra do Meio Ambiente respeitada no meio acadêmico e por ativistas verdes do mundo inteiro. Mas é melhor ela voltar a usar palavras mais inteligíveis, mais ao estilo boteco e churrasco na laje usado por Lula, estilo aliás, que lhe garante até hoje uma popularidade na casa dos 67% de aprovação.

Breve Biografia: Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima, nascida em uma "colocação" (casas de seringueiros, geralmente construídas sobre palafitas) chamada Breu Velho, no seringal Bagaço, a 70 km do centro de Rio Branco, capital do estado do Acre. Aos 15 anos foi levada para a capital, com uma hepatite confundida com malária. Era analfabeta e cursou o Mobral para aprender a ler e escrever. Veio a se formar em História pela Universidade Federal do Acre. Em 1988, foi a vereadora mais votada do município de Rio Branco, e em 1994 foi eleita senadora da República, pelo estado do Acre, com a maior votação, enfrentando uma tradição de vitória exclusiva de ex-governadores e grandes empresários do estado. Foi companheira de luta de Chico Mendes, a após a morte deste, se tornou uma das principais vozes da Amazônia, tendo sido responsável por vários projetos, entre eles o de regulamentação do acesso aos recursos da biodiversidade. Em 2003, com a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva para a Presidência da República, foi nomeada ministra do Meio Ambiente. Desde então, enfrentou conflitos constantes com outros ministros do governo, quando os interesses econômicos se contrapunham aos objetivos de preservação ambiental. (Fonte Wikipedia)

Marina Silva anuncia saída do PT e deve se filiar ao PV

Senadora não revelou se irá concorrer à Presidência da República.
Desejo de fazer mais pelo meio ambiente foi motivo da saída.

Robson Bonin Do G1, em Brasília

Militante do Partido dos Trabalhadores há mais de 30 anos, a senadora Marina Silva (AC) anunciou nesta quarta-feira (19) que vai deixar a sigla. A senadora, no entanto, não confirmou a sua filiação ao Partido Verde e disse que "a partir de agora começam as conversações" com a nova sigla. A decisão reforça os rumores das últimas semanas de que a senadora trocaria de partido para concorrer à presidência da República em 2010.

"Nesse momento, trata-se de dar conhecimento à sociedade brasileira da decisão que é fruto de uma reflexão com companheiros e dirigentes do partido, que significa me desligar do PT depois de 30 anos", disse Marina.

A senadora agradeceu aos militantes e colegas do PT que apelaram por sua permanência na sigla. "Mas o fato de sair de casa, não significa que estamos rompendo com as pessoas com as quais convivemos durante tantos anos", afirmou a senadora.

Marina disse que saía do PT "em busca do sonho" de lutar pelo desenvolvimento sustentável do meio ambiente. A senadora comunicou a decisão por telefone ao presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), na manhã desta quarta. Ela também entregou uma carta em que justificou a sua saída do PT.

A senadora classificou como um "convite honroso" a proposta do PV para que ela seja candidata à Presidência da República em 2010, mas preferiu não falar da suposta candidatura antes de formalizar a filiação no partido. "Saí do PT para poder ficar livre para negociar com outro partido. Não ficaria bem, negociar com um partido estando em outro", argumentou Marina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...