sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Mercadante amarelou e voltou atrás

Após perceber que Lula já tinha alguém pra colocar em seu lugar, mostrando que a fila anda, Mercadante resolve amarelar e permanecer na liderança do PT no senado. Disse que todo mundo errou, inclusive ele, mas que quando a canoa fura não se deve pular dela, mas sim tapar o buraco. Ocorre que ele acabou de abrir mais um rombo de credibilidade sobre o partido. Perdeu uma grande oportunidade de se redimir junto ao seu eleitorado. Provavelmente isso vai lhe custar a reeleição.

Mercadante permanece na Liderança do PT
[Foto: senador Aloizio Mercadante (PT-SP)]

Agência Senado

Em discurso neste momento na tribuna do Plenário, o senador Aloizio Mercadante (PT-SP) anunciou que não deixará a Liderança do PT no Senado. A decisão foi tomada depois de cinco horas de conversa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na noite de ontem.

Em seu discurso, Mercadante disse que atendia a um pedido de Lula, mesmo expressando seu sentimento de descrença política dizendo ser esse o sentimento "da maioria do povo brasileiro", referindo-se à decisão do Conselho de Ética de não aprofundar as representações contra o presidente da Casa, José Sarney.

- Precisamos compreender essa crise e buscar respostas - disse ele.

Mercadante se disse frustrado como líder da bancada do PT, "que lutou para construir um caminho alternativo a esta crise, sem pré-julgamento, que não é o caminho da democracia, mas sugerindo o afastamento do senador José Sarney e a investigação rigorosa sobre todas as irregularidades relativas ao Senado".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...