sexta-feira, 21 de agosto de 2009

CPMF volta assombrar - Votação será em setembro com apoio do PMDB

A lista de sacanagens produzidas por este Frankenstein da política resultante da união PT e PMDB (é o PTMDB) não acaba. O sonho de Lula pode estar prestes a se realizar mês que vem, quando será votada a EC 29 que traz junto um destaque todo especial. A Contribuição Social para Saúde, que, nada mais é do que a reedição da famigerada CPMF. Se alguém ainda pensa em apoiar a quadrilha que se instalou em todos os níveis do poder sob os auspícios do PT e do PMDB, ou está louco ou mal intencionado.

FORA CPMF
FORA CSS

FORA SARNEY

FORA LULA
FORA PMDB
FORA PT



Charge do Humberto


Acordo com PMDB prevê votar nova CPMF em setembro

Agencia Estado

Um acordo entre o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, e a bancada do seu partido, o PMDB, na Câmara dos Deputados, pode tirar a Contribuição Social para Saúde (CSS), uma nova versão da CPMF, do limbo em que caiu no Congresso. Com sua criação aprovada na metade de 2008, para entrar em vigor a CSS precisa da votação de um destaque, pedido pelo DEM, que tira do texto o artigo que estabelece a sua base de arrecadação, sem a qual a contribuição não pode existir.

Desde junho do ano passado, quando começou a campanha eleitoral para as prefeituras, governo e oposição "esqueceram" a CSS parada na Câmara. Na quarta-feira, no entanto, Temporão reuniu-se com o PMDB para pedir pressa na votação. Com a gripe suína drenando os recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) e a possibilidade do orçamento do ministério cair em 2010 por conta da crise econômica, já que é reajustado de acordo com a variação do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, Temporão começou a antever um horizonte de penúria para sua pasta, um resultado que pode ter reflexo direto na sua provável candidatura a deputado federal pelo Rio de Janeiro.

O ministro ouviu do líder do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves (RN), que o partido iria pressionar o presidente da Casa, Michel Temer, do mesmo partido, para colocar a votação em pauta. "O PMDB fechou questão para derrubar o destaque. A ideia é votar em setembro", disse o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS).


Charge do Ivan Cabral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...