terça-feira, 18 de agosto de 2009

PV deve esverdear Marina ainda esta semana

A ex-ministra Marina Silva, virtual candidata à presidente da república em 2010 deve mudar de cor esta semana. Ela sempre foi verde de coração mas vestiu vermelho por longos anos. Ao perceber que Lula e PT não davam pelota para as questões verdes (pelo menos no aspecto ambiental, porque para torrar e desviar verdinhas são exímios) se mandou do Ministério do Meio Ambiente. Agora vai se mandar do partido também para tentar alçar vôos bem mais altos. Se ela tem algum juízo, deve saber que tem poucas chances de ir para o segundo turno, mas, certamente não vai querer perder a oportunidade e a visibilidade que uma campanha presidencial oferecem para colocar de maneira mais contundente as questões ambientais. Esperemos que ela tenha juízo suficiente também para entender que uma campanha baseada somente nestas questões não será levada a sério. Já tivemos a experiência de campanha "Samba de Uma Nota Só" com Cristóvão Buarque e a questão da educação. Quem quer fazer alguma diferença no processo eleitoral, precisa abrir o leque e apresentar propostas para todas as questões que envolvem o dia-dia do povo brasileiro. Educação, saúde, moradia, transporte, alimentação, assistência social, etc. e tal. Relações internacionais e rumos claros para a economia são fundamentais para angariar financiadores de campanha. Se inventar propostas heterodoxas nestas duas áreas, vai morrer na praia. Marina Silva estadista ? Vamos ver...


Charge do Aroeira publicada no jornal O Dia.

PV espera filiar a senadora Marina Silva nesta semana

Da AE

O PV espera para esta semana a filiação da senadora Marina Silva (PT-AC). Se isso de fato ocorrer, o partido anunciará oficialmente que ela é candidata à sucessão do presidente Lula em 2010. E iniciará série de conversações com outras legendas, como PDT e Psol, à procura de coligação que aumente o tempo de TV e de rádio da campanha da candidata verde.

Ao mesmo tempo, o PV começará a debater a reformulação de seu estatuto e programa partidário, de forma a atualizá-lo para fugir das armadilhas que costumam acompanhar os candidatos de um tema só.

Além de colocar em seu programa o combate ao aquecimento global, fato que não tem registro nos documentos da sigla, o PV pretende trabalhar em outras frentes, como Segurança Pública, Educação, direitos humanos, questões sociais, política externa e desenvolvimento com sustentabilidade.

Tudo para atingir as classes C, D e E, que decidem uma eleição e onde o partido acredita que Marina é menos conhecida. "Estamos acendendo todas as velas para que a senadora se filie logo", disse o presidente do PV, José Luiz Penna.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...