sábado, 22 de agosto de 2009

PT do Acre prevê debandada após saída de Marina

E Marina Silva diz aos companheiros acreanos: Sigam-me os bons!



PT do Acre aponta 'momento difícil' e prevê desfiliações após saída de Marina

Senadora deixou partido na quarta-feira (19) e pode ingressar no PV.
Para PV acreano, 'efeito Marina' deve triplicar número filiações em 2009.

Mariana Oliveira Do G1, em São Paulo

Após a saída da senadora Marina Silva do PT, o diretório do partido no Acre diz que vive um "momento difícil" e já prevê saída de militantes da legenda.

Importantes lideranças do partido, no entanto, dizem que não deixarão o PT e acreditam que a senadora vai continuar apoiando os políticos do estado.

Marina Silva deixou o Partido dos Trabalhadores na quarta-feira (19) após 30 anos da legenda.

A expectativa é que a senadora se filie ao Partido Verde (PV) ainda neste mês. O PV divulgou em seu site que um evento está sendo organizado para 30 de agosto, mas que ainda depende de "anúncio oficial" da senadora.

O presidente estadual do PT no Acre, Leonardo de Brito, afirmou que a legenda respeita a decisão da senadora e que nada deve mudar nas relações de Marina com os petistas do estado. "O que a senadora deixou claro é que nada muda em relação ao apoio que ela dá ao PT localmente."

Ele afirmou, porém, que o PT sentiu a perda: "Esse é um dos momentos mais difíceis da história do PT do Acre pelo que ela representava." Marina Silva foi uma das fundadoras da legenda no estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...