quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Heráclito tem Fortes suspeitas de sabotagem dos defenestrados

Seria sempre muito cômico se não fossem trágicas as declarações dos senis senadores que compõe o Jurassic Park do senado da república. Agora o 1º primeiro-secretário da casa, Heráclito Fortes, reclama que os servidores que serviram de bode expiatório estão sabotando o conturbado cenário do senado. Ele disse que não quer "fulanizar", mas dá por certo como obra dos afastados a ressurreição de mais 448 atos secretíssimos, justamente quando a poira parecia assentar. Essa turma gagá está precisando de mais remédios para controle da ansiedade. Não conseguem mais dormir assombrados pelos esqueletos escondidos nos armários do senado. Ouviu-se à miúda que Sarney cochichava para Renan. "Mas que coisa mais chata! O Toninho Malvadeza não nos dá paz nem depois de morto."



1º primeiro-secretário do Senado diz que novos atos indicam atuação de ex-diretores

da Folha Online

O primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), afirmou nesta quinta-feira acreditar que os 468 novos atos secretos inseridos recentemente no sistema da Casa estejam ligados a diretores de gestões passadas.


"Eu não gosto de fulanizar. Acho que são diretores de gestões passadas que estão trabalhando no sentido de desestabilizar o que vem sendo feito até agora. Não é aceitável que se esteja brincando com assunto dessa natureza, de se colocar esses atos, não sei com que objetivo. Nós vamos analisar todos os pontos. Se houve crime, se houve má-fé, nós vamos tomar providencias e aplicar medidas exemplares."

Heráclito, no entanto, não quis citar nome ao ser questionado sobre a possibilidade de ter sido algum aliado do ex-diretor-geral Agaciel Maia.

O primeiro-secretário determinou a instalação de um inquérito para apurar o caso e a Mesa Diretora do Senado designou o diretor-geral da Casa, Haroldo Tajra, para coordenar as investigações.

Heráclito definiu como "sabotagem e molecagem" a inserção só agora desses atos no sistema de informática da instituição. "Os atos foram inseridos dois dias após a comissão ter concluído o trabalho com relação aos atos secretos anteriores."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...