terça-feira, 11 de agosto de 2009

Tasso reconhece que pegou pesado com cangaceiro

Depois de protagonizar um dos mais contundentes quiprocós já ocorridos no senado, rotulando o pitbull do Sassá, Renan Calheiros, de cangaceiro de terceira categoria, Tasso Jereissati tenta recompor-se posando de gentleman e apresentando suas desculpas para constar nos anais da casa. O cangaceiro, por sua vez, ainda não repetiu o gesto, e, pelo andar da carruagem, ainda está disposto a voar na garganta de qualquer um que ousar partir pra cima do Sassá maranhense. Infelizmente, parece que a coisa vai continuar como está, com cada um defendendo com unhas, dentes e latidos (muitos latidos) suas gordas tetas de onde, sistematicamente, ordenham o nada light leite das verbas públicas. E nós vamos mensalmente financiando essa balbúrdia insana e vergonhosa. Pobre de nós eleitores e defensores da ética na política!

Após bate-boca com Renan, Tasso pede desculpas no Senado

da Folha Online

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) se desculpou pelo bate-boca protagonizado na semana passada com o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) durante discurso no plenário do Senado. Ele reconheceu que se excedeu durante a troca de acusações, mas criticou a postura da chamada "tropa de choque" do senador José Sarney (PMDB-AP) que defende a sua permanência no cargo de presidente da Casa.

No vídeo a seguir, Tasso disse que tem como "obrigação" respeitar os seus eleitores e as instituições do país.

Na semana passada, Tasso e Renan trocaram acusações depois que o peemedebista leu no plenário da Casa uma série de acusações contra o senador Arthur Virgílio (PSDB-AM). No auge da discussão, Renan teria afirmado fora dos microfones que Tasso é um "coronel de merda". O tucano, por sua vez, disse que Renan é um "cangaceiro de terceira categoria".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...