quinta-feira, 13 de agosto de 2009

TJDFT mantém censura e boi continua preso na barrica


Pelo jeito esse boi não vai sair da barrica de jeito nenhum. Tá na cara que é maracutaia da grossa e o Sarney não vai ter como explicar. Apesar que ele nem precisa, pois, se o boi sair da barrica, o Paulo Duque se encarreca de tocar ele na gaveta. Deixa de ser boi barrica e passa a ser boi arquivado.



Justiça nega pedido de jornal para publicar dados de Fernando Sarney

Justiça proibiu 'O Estado de S. Paulo' de divulgar informações sigilosas.
Para jornal, desembargador não poderia decidir sobre o caso.

Diego Abreu Do G1, em Brasília

O desembargador Waldir Leôncio, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), negou nesta quinta-feira (13) pedido do jornal “O Estado de S. Paulo” para publicar informações sigilosas sobre o empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

No último dia 31, o desembargador Dácio Vieira, também do TJDFT, proibiu o jornal de publicar informações referentes ao inquérito da Operação Boi Barrica, que investiga o empresário.

No dia 5, o jornal já havia entrado com um recurso contra a decisão, pedindo que Vieira se declarasse impedido de julgar o caso “devido à sua proximidade com a família Sarney”. No entanto, até agora isso não ocorreu. Segundo o tribunal, o desembargador tem até a próxima segunda-feira (17) para analisar o recurso.

Inconformado com a demora, o jornal entrou na quarta (12) com um mandado de segurança pedindo para que a Justiça reconhecesse o “direito líquido e certo" de publicar notícias "por ato manifestamente ilegal ou inconstitucional de uma autoridade”.

Na decisão tomada nesta quinta, o desembargador Waldir Leôncio indeferiu o pedido de liminar (decisão provisória) e concedeu dez dias de prazo para que o colega Dácio Vieira envie informações sobre o caso. Depois disso, segundo a assessoria do TJDFT, Leôncio ainda vai pedir um parecer do Ministério Público do DF sobre o caso.

2 comentários:

  1. Cara Eliana Gerânio,

    Valeu pela visita e pelo incentivo. Espero continuar parceria.

    Grande abraço e volte sempre!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante aqui. Ao comentar você nos incentiva a continuar nosso trabalho. Responderei neste mesmo espaço. Vamos prosear...